Sobre nós



Os Gideões Internacionais é uma Associação Cristã de homens de negócio e profissionais cristãos e suas esposas, servindo juntos em 201 países e territórios. O ingresso é feito em Os Gideões Internacionais, mas cada membro será designado a um grupo local, denominado Campo. A atuação no Campo local ultrapassa o companheirismo e a confraternização. Buscando levar as boas novas de salvação a outros, os membros incentivam-se a dar testemunho pessoal do Senhor Jesus Cristo. A tarefa de colocação das Escrituras também é realizada pelo Campo e com o apoio das igrejas locais. Portanto é necessário ter homens de bom testemunho e em plena comunhão com sua igreja, que possam participar no trabalho. Por esta razão, o critério de ingresso deve ser mantido em alto padrão.


Estatuto da Associação, Artigo 5, parágrafo único:

O objetivo dos Gideões é ganhar pessoas para o Senhor Jesus Cristo, por meio de: I - associação de homens de negócio e profissionais cristãos protestantes ou evangélicos, dispostos a servir; II - testemunho e do trabalho pessoal de cada membro; III - colocação e distribuição gratuita da Bíblia - a Santa Palavra de Deus - ou partes dela, em hotéis, hospitais, clínicas, escolas, prisões, nas forças armadas e outros locais e instituições definidos pela organização mater, bem como a entrega pessoal pelos membros da Associação.


Estatuto da Associação, Artigo 6:

São homens de negócio e profissionais e suas esposas, exceto clérigos, aqui denominados Gideões, Auxiliares, associados ou membros, que creem na Bíblia como a Palavra de Deus inspirada, infalível e inerrante, e no Senhor Jesus Cristo como o eterno Filho de Deus e O tenham recebido como seu Salvador pessoal, e estejam empenhados em segui-Lo no viver diário e que sejam membros, em plena comunhão, de uma igreja cristã protestante ou evangélica, assim reconhecida pela associação, e que adote tais princípios como regra para a aceitação de seus membros...


O Artigo 6, parágrafo 1, diz:

Qualquer homem de negócio ou profissional cristão protestante ou evangélico que se qualificar de acordo com este Estatuto, poderá ser membro desta Associação, exceto aquele que estiver ligado à fabricação ou venda de bebidas alcoólicas, ou que esteja ligado a negócios cujo caráter seja incompatível com os padrões cristãos.